Notas de Economia – Jornal da 105 Notas de Economia – Jornal da 105
Contas públicas têm rombo de R$ 154 bi em 12 meses até julho As contas do setor público mostraram rombo de R$ 154 bilhões... Notas de Economia – Jornal da 105

Contas públicas têm rombo de R$ 154 bi em 12 meses até julho

As contas do setor público mostraram rombo de R$ 154 bilhões nos 12 meses encerrados em julho de 2016. O valor corresponde a 2,5% do PIB (Produto Interno Bruto), patamar recorde da série histórica iniciada pelo Banco Central em 2002. O valor tem se aproximado mês a mês da meta fixada na lei orçamentária para este ano, que é um déficit de R$ 164 bilhões para União, Estados e municípios.

Governo propõe salário mínimo de R$ 945 em 2017

O governo federal propôs que o salário mínimo, que serve de referência para mais de 48 milhões de pessoas no Brasil, suba dos atuais R$ 880 para R$ 945 a partir de janeiro de 2017, com pagamento em fevereiro do próximo ano.
O percentual de correção do salário mínimo, pela proposta, será de 7,47%. Se confirmado, esse índice deverá cobrir apenas a inflação do período, ou seja, não haverá aumento real do mínimo.

Economia encolhe 0,6% no 2º trimestre e 3,8% em um ano, aponta IBGE

A economia brasileira encolheu 0,6% no segundo trimestre deste ano em relação ao trimestre anterior, segundo os dados do PIB (Produto Interno Bruto). Na comparação com o segundo trimestre de 2015, o PIB caiu 3,8%. Em 12 meses, a queda foi de 4,9% na comparação com mesmo período anterior e, no acumulado do primeiro semestre de 2016, a economia encolheu 4,6%. Os dados foram divulgados ontem pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Economia vai levar 4 anos para sair do buraco, diz especialista

A economia brasileira está piorando menos, mas ainda se mantém longe da recuperação. Para sair do buraco e voltar ao nível de 2014, deve demorar quatro anos. Segundo especialistas ouvidos sobre o desempenho do PIB (Produto Interno Bruto), apenas no terceiro trimestre a economia deve começar a se estabilizar e só no começo de 2017 é que devemos voltar a crescer. O impeachment de Dilma Rousseff ajuda a melhorar a expectativa positiva, mas só medidas efetivas devem resolver.

Proposta de orçamento de 2017 já contempla teto para gastos públicos

O ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, informou que a proposta de orçamento federal para o ano de 2017, encaminhada ao Congresso Nacional, já contempla o teto para gastos públicos.
Pela proposta do governo, que ainda não passou pela aprovação do Legislativo, mas que já serviu de base para a proposta de orçamento federal do ano que vem, o valor total das despesas públicas não pode subir, em 2017, acima da inflação deste ano.

Gasto com Saúde crescerá abaixo da inflação em 2017, propõe governo

A proposta de orçamento federal para o ano de 2017, encaminhada ontem ao Congresso Nacional, prevê que os gastos com Saúde cresçam abaixo da inflação, informou o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira.
De acordo com ele, a previsão é de que as despesas com Saúde avancem de R$ 112 bilhões, em 2016, para R$ 120 bilhões no ano que vem, valor que já contempla as emendas parlamentares.

No comments so far.

Be first to leave comment below.

Deixe uma resposta


%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas