Notas de Economia – Jornal da 105 Notas de Economia – Jornal da 105
Juro do cheque especial sobe a 321%, e rotativo do cartão chega a 475% A taxa de juros do cheque especial subiu em agosto... Notas de Economia – Jornal da 105

Juro do cheque especial sobe a 321%, e rotativo do cartão chega a 475%

A taxa de juros do cheque especial subiu em agosto e atingiu 321% ao ano, segundo dados divulgados ontem pelo Banco Central. É a taxa mais alta desde julho de 1994, quando a pesquisa começou a ser feita.

Previdência pode ter ‘gatilho’ para idade mínima

A proposta de reforma da Previdência que o presidente Michel Temer tem em mãos prevê o aumento da idade mínima para além dos 65 anos fixados inicialmente. O texto, elaborado pela equipe técnica do governo, propõe um gatilho que permitirá aumentar o piso da idade à medida que também subir o tempo médio de sobrevida. A “calibragem” evitaria a necessidade de discutir novos projetos de reforma previdenciária acompanhando o envelhecimento da população.

Governo intensifica reuniões para aprovar PEC do teto de gastos

O governo federal tem intensificado os debates com os líderes da base aliada a fim de aprovar a proposta de emenda à Constituição (PEC) que impõe um limite de gastos públicos. A expectativa é a de que o texto seja votado na comissão especial semana que vem e vá para o plenário da Câmara dos Deputados na seguinte.
O objetivo das conversas é tentar chegar a um consenso sobre o texto final a fim de aprová-lo no Congresso sem entraves a fim de entrar em vigor já em 2017.

Setor de máquinas e equipamentos tem queda de 17% no faturamento

A indústria de máquinas e equipamentos do Brasil teve queda de 17% no faturamento de agosto ante o mesmo mês do ano passado, pressionada pelo cenário recessivo da economia, que voltou a pesar sobre a carteira de encomendas.

58% das famílias brasileiras estavam endividadas em setembro, diz CNC

A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) mostrou que, em setembro, 58% das famílias brasileiras estavam endividadas. Os dados são da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).
Segundo a CNC, o cartão de crédito segue no topo da lista do tipo de dívida, com 76%, seguido do carnê, com 15%, e do financiamento de carro, 11%.

No comments so far.

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Pular para a barra de ferramentas