Movimento Jaraguá em Ciência é realizado até sexta-feira (22) Movimento Jaraguá em Ciência é realizado até sexta-feira (22)
Os estandes já estão montados. Os quase mil expositores estão sedentos por explicar seus projetos de iniciação científica. São três feiras reunidas no Parque... Movimento Jaraguá em Ciência é realizado até sexta-feira (22)

Os estandes já estão montados. Os quase mil expositores estão sedentos por explicar seus projetos de iniciação científica. São três feiras reunidas no Parque Municipal de Eventos durante toda a semana. O Movimento Jaraguá em Ciência reúne a 3ª edição da Feira Municipal Científica e Tecnológica (Fecitec), a 9ª edição da Feira de Educação Matemática e a 3ª edição da Feira Brasileira de Iniciação Científica (Febic), esta última com expositores de 13 estados brasileiros e dois de fora do País, ambos do Paraguai. Na noite desta segunda-feira, mais de mil pessoas participaram da abertura do evento.

Quer participar do grupo de informações da 105 FM no WhatsApp? Clique aqui

As feiras movimentam 120 trabalhos da Febic e mais alunos sedentos por estudar e aplicar a Ciência no dia a dia. É o caso dos três rapazes de Osório (RS), expositores da Febic, que estudaram uma forma de gastar menos água na irrigação de hortaliças. Com o projeto “Hidrogel e microorganismos: uma interação sustentável”, tiveram a oportunidade de viajar aos Estados Unidos para a Genius Olympiad (junho de 2018, Oswego, USA) e receber certificado de menção honrosa. O projeto estuda a utilização um gel a base de amido de milho e microorganismos que ajuda no desenvolvimento da planta e diminui a necessidade de irrigação.

Outro estande que chama a atenção pelo tema é o de Paola Dario, 17 anos, estudante de Monte Mor (SP). Sua equipe resolveu abordar o tema política, por perceber que, entre os colegas, o conhecimento na área é quase zero. “Explico sobre os três poderes que existem no País, o Legislativo, o Executivo e o Judiciário, e meus colegas não sabem sequer da existência desses três poderes. Colegas de ensino médio”, indigna-se Paola. Ela explica que quer divulgar ao menos conhecimentos básicos da política no País para que as pessoas possam escolher, com mais propriedade, seus candidatos. Também tem por objetivo, com o trabalho, fazer os cidadãos terem mais argumentos para não acreditar em tudo o que veem sobre política nas redes sociais.

A mesma preocupação social têm as meninas Tayla, Mirian e Luciana, todas com 17 anos. O enfoque é voltado para os idosos. Pessoas que, em sua maioria, segundo a pesquisa que realizaram, ficam isoladas da sociedade. “Mesmo entre nossos colegas de sala, identificamos jovens que não conversam com seus avós. Idosos em asilos que não recebem mais visitas dos familiares. Com isso, eles regridem em sua capacidade cognitiva. Com nossos jogos de aprendizagem cognitiva, identificamos melhora de 80% nesse quesito entre os idosos. Todos os jogos foram aplicados por jovens, que interagiram com os idosos e explicaram as regras. O retorno dos fisioterapeutas, psicólogos, terapeutas ocupacionais, que trabalham com esses idosos, foi de superação”, explicaram as pesquisadoras.

Nesta terça (18), o Movimento Jaraguá em Ciência está aberto à visitação no período da manhã; à tarde, os expositores têm um bate-papo sobre Ciência. Não há visitação. Nesta quarta-feira (19), o horário de visitação será das 9 às 12 horas e das 13h30 às 18h30 (Febic); das 13h30 às 15 horas (duas feiras municipais).

Com informações da Prefeitura de Jaraguá do Sul.

No comments so far.

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Pular para a barra de ferramentas